Dab, o que é e como é usado?

DaBoa-Brasil-Legalizando-A-Informação-Dab-o-que-é-e-como-é-usado

Dabbing pode ser definido como a arte de fumar dab. Dab, como é traduzido do inglês, significa “um pouquinho” ou “pitada”. E é precisamente uma quantidade que é necessária para alcançar os efeitos mais poderosos. Para entender melhor o que é dab, vamos analisar os diferentes tipos de concentrados de maconha:

Shatter: é um concentrado que geralmente possui uma porcentagem elevada de THC. Trata-se de uma substância dura como o vidro, semelhante ao âmbar. No conteúdo de THC varia geralmente entre 70% e 90%.

Wax: ou cera, tem uma textura muito mais suave do que o shatter, como uma plastilina. Em média, a quantidade de THC varia entre 50% e 80%.

Sugar Wax: tem uma consistência mais sólida do que o wax ou cera. Quando é manuseado desmorona e tende a permanecer com uma textura semelhante ao açúcar. Tem um sabor e perfil de terpenos melhores, enquanto a sua quantidade média de THC varia de 60% a 90%.

Crumble: traduzido do inglês como “desmoronar”. Quando manipulado facilmente se desmorona em pequenos pedaços e até mesmo pó em alguns casos. É produzido adicionando diferentes quantidades de vácuo e temperatura durante o processo de extração. A quantidade de THC varia entre 60% e 80%.

Budder: sua consistência é pegajosa, semelhante à manteiga. Tem um sabor e perfil de terpeno elevado. A quantidade de THC varia de 50 a 70%.

Live Resin: ou resina viva, é feita extraindo buds frescos de maconha, sem processo de cura. Tem uma quantidade muito elevada de terpenos. A concentração de THC varia entre 80 a 90%, podendo ainda ser maior em alguns casos.

CO2 Sap: é produzido como a Live Resin. Em média, tem um conteúdo de THC entre 50% e 60%.

The Pure: é uma das extrações com maior concentração de THC, normalmente superior a 95%. É um líquido claro que geralmente é infundido com frutas como maçãs ou uvas, ou adiciona terpenos de limão para dar melhor sabor.

Rosin: é um tipo de extração que é feita aplicando calor aos buds. Estes são pressionados com placas quentes, o que produz a secreção da resina. Tem uma quantidade de THC de aproximadamente 60%.

SISTEMAS PARA EXTRAIR CONCENTRADOS

PHO: é uma extração em que o gás propano é usado.

BHO: é uma extração em que o gás butano é usado. É um dos métodos mais comuns.

CO2: é uma extração isenta de solventes. Eles são possivelmente os concentrados mais saudáveis, embora muitos consumidores afirmem que prejudica o sabor.

HEAT: é a técnica utilizada para o Rosin.

A HORA DO DAB

Chegada hora do dab, lembre-se que você só precisa de uma pitada. Dos diferentes dispositivos para consumir dab, podemos destacar alguns vaporizadores, rigs (semelhante ao bong) ou pipes para dab.

Vaporizadores são os mais simples, pois é só apertar um botão. Sem dúvida, eles são o equipamento mais fácil e rápido, eles podem ser carregados confortavelmente em qualquer bolso e usados ​​em qualquer lugar.

Os pipes e rigs, por outro lado, exigem um maçarico para aquecer onde a extração será posteriormente depositada. Para isso, é necessário levar esses materiais e produz um vapor espesso e de grande sabor.

Fonte: La Marihuana

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s